Sobre

Há 175 anos, nesta data, 13 de junho de 1844, nascia oficialmente à “AO LIVRO VERDE”, denominação original que lhe deu José Vaz Correa Coimbra, cuja visão se exprime na ousadia de instalar uma livraria no interior de um país que apenas emergia como nação soberana.

Era um início promissor, a caminho de uma fase áurea da vida econômica e social da cidade de Campos, que há apenas nove anos havia alcançado a sua emancipação política. Essa fase se estenderia por quase dois séculos, embora Campos não sonhasse, nessa época, tornar-se a metrópole de hoje.

Pois bem: ao longo dessa caminhada de 175 anos, jamais AO LIVRO VERDE faltou aos seus compromissos com a clientela.

Foi assim que chegamos até aqui, quando nem a discrição que sempre nos caracterizou consegue impedir que manifestemos um grande orgulho: somos hoje considerados patrimônio do País.

Somos a mais antiga Livraria do Brasil,constatado pelo Guinness Book de 1995, cujo funcionamento jamais sofreu qualquer interrupção, transformando-se num baluarte de tradição cultural da Velha Província e uma perdurável amostra dos nossos fóros de civilização.

Nesse largo tempo, nosso empenho fundamental foi crescer com Campos e justificar nossa presença no esforço de desenvolvimento da região, consciente do papel de uma empresa no processo de adaptação social.